Geral Cotidiano

Projeto do Governo Federal vai beneficiar 450 famílias em Dourados

Programa é uma parceria do IFMS, Governo Federal e Secretaria de Assistência Social

09/05/2022 às 14h35
Por: Redacao Fonte: MidiaMax
Compartilhe:
Programa será implantado inicialmente na Vila Varga (Foto: Assecom)
Programa será implantado inicialmente na Vila Varga (Foto: Assecom)

 (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) firmou compromisso com a Secretaria Nacional da Família, ligada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, para implementação do projeto-piloto Famílias Fortes no Campus Dourados. A implantação do programa é intermediada pela prefeitura de Dourados.

Segundo informações da Secretaria Municipal de , o Famílias será implantado nos Centros de Referência de Assistência Social () de diversos bairros da cidade, atendendo até 450 famílias e vai beneficiar primeiramente o CRAS Vila Vargas, onde já aconteceu o primeiro encontro, na Aldeia Panambizinho.

Depois, serão assistidas também famílias registradas nos CRAS Indígena, Canaã I, Jóquei Clube, Guaicurus, Cachoeirinha, Parque do Lago, além de estudantes do IFMS. O acolhimento dado às famílias foi destacado pela coordenadora do CRAS Vila Vargas, Marcela Catelã Pereira da Silva.

“O encontro foi muito acolhedor e importante para todos os participantes deste projeto. São encontros essenciais porque são nesses momentos que as famílias buscarão melhorar a relação entre seus membros”, disse a coordenadora.

O projeto tem como objetivo a criação de grupos familiares, onde pais ou seus responsáveis diretos possam ser orientados sobre maneiras eficazes de comunicação e relacionamento, com o intuito de fortalecer o vínculo com crianças e adolescentes.

Para colocar o projeto em prática, o IFMS de Dourados receberá, por meio de Termo de Execução Descentralizada, R$ 350 mil para ser investido em equipamentos, material de consumo e bolsas para profissionais envolvidos. Desse total, R$ 50 mil serão aplicados na aquisição de equipamentos com sete conjuntos de projetores e notebooks, além de um tablet e uma impressora.

Para materiais de consumo serão destinados R$ 97 mil e para o pagamento de bolsas da equipe a ser formada serão destinados R$ 203 mil. Serão abertas vagas para um coordenador do projeto, dez facilitadores, quatro estagiários, quatro pessoas para apoio/cuidador infantil e uma para apoio administrativo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários